sexta-feira, 8 de maio de 2015

Mãe, o tempo passou...

     Parece que foi ontem que o bebê chorou naquela sala, e seu nome passou a ser "Mãe". Noites mal dormidas, cólicas, fraldas, papinhas, mamadeiras... Depois vieram os tapetes cheios de migalhas...e eram tantas migalhas. Você achou que era a melhor mãe do mundo, uma super-mãe. Ninguém cuidava tão bem de um bebê como você. E os conselhos das mães experientes? Para quê? Você sabia muito bem o que estava fazendo. Havia lido tudo sobre bebês durante aqueles nove meses, havia trocado ideias com as jovens mães, e tudo aquilo que as mães mais velhas diziam, estava ultrapassado. E quantas vezes você errou? Muitas! Ninguém sabe tudo  e filhos não vem com manual de instruções. Tudo aquilo que você havia lido era útil, mas na verdade, seu filho te ensinou o que precisava ser feito. E vieram os brinquedos esparramados, as folias, algumas febres, tombos, hematomas... e você descobriu que não era uma super-mãe, que tantas e tantas vezes errava e fraquejava.  Chegou o tempo da escola,  trabalhos, provas, reuniões, festinhas...e o tempo foi passando...e passou um pouco mais. Você teve outros filhos, e eles não estão mais na barra da sua saia. Já saem pelo mundo, já trabalham, entram, saem apressados, e muitas vezes nem tem tempo para te dar um beijo de  oi ou de tchau.  Hoje eles já não precisam tanto de você. Caminham com as próprias pernas, comem o que dá na telha, dormem quando tem vontade! Hoje você está entre aquelas mães que  acreditava ter ideias e experiências ultrapassadas. Hoje você sabe que elas estavam certas. Quantos Dias das Mães já se passaram, quantos presentes, quantas alegrias. Você também passou por muitas aflições, preocupações, alguns aborrecimentos...mas passou! Somente quem é mãe sabe que tudo isso passa, que o que te aborreceu some quando seu filho olha para você e sorri. Logos seus filhos serão pais e as suas experiências também serão ultrapassadas. Você será avó. Sentirá a maternidade se renovando, e voltará a sentir as delícias de ter um bebê no colo. Mesmo assim olhará para seus filhos e sentirá vontade de voltar no tempo, de recomeçar lá do primeiro choro, para tê-los novamente em seus braços e poder parar o tempo...  
                                                      ( por Suzy Rodrigues Ferreira )

2 comentários:

  1. Acho que por que o tempo passa, ele é tão maravilhoso.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo4/7/16 17:13

    Este texto que vc fez me abriu os olhos para muita coisa,me fez pensar em nunca se arrepender de ter tempo para meu filho.Muito obrigada!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...